quinta-feira, 22 de maio de 2014

Feira de Cantão I

Visitei a feira de Cantão, e gostaria de deixar um relato pra blogsfera. Vamos deixar claro que cantão e guangzhou eh a mesma cidade, só que cantão eh o nome utilizado por estrangeiros e 广州(guangzhou) pelos chineses.


  • A viagem: 
Duração de 4 horas com preço elevadíssimo de Pequim para Cantão. Paguei um pouco mais de 400 dólares e o Adriano, um amigo meu, foi para moscou fazendo escala em Cantão pagando 40 dólares a mais que eu indo pra um lugar 3x mais distante. O motivo desse preço exorbitante? A feira e o feriado chines. Tem muito chines viajando meeeeesmo, para entrar no metro as 8 da noite gastei 1:45 uma hora e quarenta e cinco minutos!!!! Isso furando fila, porque tinha uns chineses furando fila também.


  • O Hotel:
Incrível a dificuldade de encontrar hotéis, e o preço deles sobem 100 a 200 yuans da noite para o dia. Ligamos, falando em chines, ou seja, resgatando as opções mais baratas possíveis, e as pessoas afirmam categoricamente: durante esse período a estadia eh 100 ou 200 yuans mais barato e não vale comprar pelo site, não aceitamos. Isso nas opções mais baratas de hotéis, mas poderia ficar num Hilton pagando 500 reais.
Minha solução: procurar em sites chineses, fiquei num hostel pagando 50 yuans a diária alem de quebra treinei o chines, fiz amizades porque o clima aqui eh similar a uma republica. Se voce ja se formou e gostaria de fazer algum mochilão, recomendo fortemente. A principio fiquei com medo de ser assaltado, roubado, afinal todos são viajantes, poderia facilmente pegar meu computador e sair por ai. Mas não se preocupe, tem uns armariozinhos que só você tem chave.

  • A feira e as oportunidades (site):
A feira eh tradicional desde 1957 e este semestre eh a edição 115. Constitui de 3 fases sendo que fui na terceira. Aqui que o bicho pega, eh impressionante o preço dos objetos. São focados no atacado, tendo uma quantidade minima de pecas para comprar/ modelo/cor. Assim, se você comprar uma lanterna tem um MOQ (Minimum Order Quantity) de 500 peças. Ou seja, para adquiri aquele produto no preço de atacado você tem que comprar, no mínimo 500 pecas. Uma camisa, por exemplo, varia de 5 a 8 dólares. Essas mesmas marcas fodonas que produzem ate abercrombie, quicksilver, tommy entre outras. Num shopping típico em SP uma camisa dessas chega a custar 285 reais. Alem disso, todas as fabricas podem produzir o a sua marca, basta mandar para a empresa que ela vai produzir com seu logo. Durante a feira, pensei em vocês e criei uma lista de produtos que tinha la na terceira fase da feira. Ia olhando e escrevendo as oportunidades.


  • Área de esporte: tendas, churrasqueiras, ferramentas, esteiras de correr, luvas, meias, capas para navio, mochilas, bicicletas, patins, coolers, caixas térmica, guarda chuva, pingpong, bolas, linhas, redes, lanternas, mesinhas, coletes, botas, pulapula, grelhas para churrasqueira, barcos infláveis, redes para dormir, gramas falsas, patinetes, skate, óculos para snowboard e/ou motocross, óculos para natação, toalhas, cadeado, aparelhos para academia, pesos, halteres, fardas, coletes a prova dagua, dardos, coletes de salva vidas, coletes refletivos para motoboy, coletes camuflados, garrafa dagua, squeezer, esqui, snowboard, baseball, pé de pato, roupas de mergulho, tocas para natação, bolas de futebol, canivetes, 
  • Instrumentos musicais, violino, violão, bateria, ukelele, sanfona, guitarra, saxofone.
  • Tecidos: camisas, camisetas, jaquetas, jeans, shorts, lycra, sutiã, cueca, calcinhas, meia calca, roupas de frio, aquele tecido chamado fur que eh uma pele de animal, couro, suéteres, meias, camisas com gorro etc. Ainda temos, bolsas de mulher, malas, mochilas escolares, mochilas de acampamento, cases para notebook, pastas etc. Isso porque não listei a parte dos materiais para escritório que inclui uns 3 blocos da feira (muito grande) contendo caneta e pequenos objetos como aqueles blocos de folhas que da pra pregar em qualquer lugar, desculpa, esqueci o nome.
  • Área de commodities: alho, batata, feijão, gengibre, maquinas para fazer cafe, diversos grãos, enlatados de milho, massa de tomate, óleos processados, macarrão, arroz, pirulitos, gelatinas, castanhas e castanhas processadas etc.
UFA! São esses os produtos da terceira fase da feira de cantão que consegui listar. Essa feira atrai cada vez mais atenção do mundo todo e já é a maior do mundo. Vamos lembrar que esse ano a China se torna a primeira economia do mundo, porque mudaram o critério de avaliação. Em suma, não muda nada, os USA ainda acabam ditando a regra, só que cada vez menos. 

Acabei andando mais pela parte de tecidos e tenho o exemplo da bolsa de couro abaixo: 1 peça sairia 576RMB ou R$200,  já 30 peças: 333RMB ou R$118 e 50 peças: 320RMB ou R$ 114. Foi usado a taxa de conversão de hoje, dia 23 de maio de 2014.





  • Minha impressão: 

Há produtos de qualidade e infinitas oportunidades nessa feira. O que fica difícil para começar são as quantidades mínimas que são elevadas por serem focadas nos distribuidores. Os compradores que observei geralmente pagam um tradutor, focam pouco no preço, pois realmente é muito barato a variação media é de 2 dólares. Então com seus lucros de 500% ignoram essa quantidade quase insignificante, na realidade, procuram a qualidade que se adequa aos seus respectivos consumidores. Foi a minha impressão, do que consegui entender em Inglês/Chinês.

3 comentários:

  1. Olá Graduando - bom dia.

    Muito legal a sua participação na feira. Você já pensou em montar um comercio virtual para importar esses produtos e revender aqui no Brasil ? Acredito que possa valer a pena, mesmo considerando os Impostos de Importação. Outro mercado que vejo o pessoal começando a importar produtos de qualidade com preços bem competitivos é a Turquia.

    Quem sabe você não retorna como um empreendedor ?

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante a feira.
    Uma mulher chegar aí vai levar o marido à falência. Hehehe que maldade.
    Bom conselho do Executivo Pobre. Pense nisso Graduando.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Dois meses em total estagnação e um pequeno mundo desmoronado, esse foi o resultado de uma terrível tragédia familiar. Refletindo em como viver os próximos anos da minha vida, recebo um tal de "insight" e tudo acontece repentinamente...hoje, tenho 25 anos, não tenho filhos e estou solteiro. Foi uma decisão fatigante mas acabo de abandonar o curso de ciências farmacêuticas em uma universidade pública, fiz um acordo no trabalho e estou livre para pensar fora da caixa, dessa situação aprendo que a segurança é um sentimento pérfido.

    O Campo de Batalha surge como o diário de um jovem homem brasileiro resiliente, um sonhador de origem humilde com uma enorme apetência de vitória, que como milhões de outros, continua lutando pela tão sonhada independência financeira. Há um ano estudando de forma autônoma posso afirmar, conheço de perto todas as dificuldades que rodeiam os iniciantes do universo empreendedor e do mercado financeiro!

    Deixo antecipadamente um pedido de perdão aos especialistas, analistas de mercado e imortais da Academia Brasileira de Letras, o objetivo aqui é dividir o conhecimento acumulado (e aprender) da forma mais simples possível, prometo que com o tempo e a prática irei melhorar.

    Assim começa uma nova história, repleta de objetivos e sem saber quais obstáculos terei que enfrentar nas sinuosidades da caminhada, se você tiver coragem e disposição para enfrentá-los traga uma mochila bem grande, vamos mergulhar juntos em um mar repleto de novas luzes, é uma região selvagem e somente com muita disciplina vamos vencer os desafios... quem sabe assim deixaremos uma trilha menos perigosa para novos exploradores.

    Conto com o seu apoio, envie críticas, elogios, sugestões de conteúdo e revisão textual, o blog é seu!

    LINK: http://campodebatalha1.blogspot.com.br
    LINK: http://campodebatalha1.blogspot.com.br
    LINK: http://campodebatalha1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir